Carregando...

anqm@anqm.com.br

(84) 3272-4320 | (84) 9974-5202

Abril Laranja: saiba mais sobre o mês de reforço à proteção aos animais

A ABQM fortalece a causa com apoio e orientações que garantem o Bem-Estar Animal

Com certeza, você já viu na internet, na televisão, em outdoors, panfletos e cartazes de postos de saúde, campanhas que envolvem cores, de acordo com o mês do ano. O ‘Outubro Rosa’, mês dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, e o ‘Novembro Azul’, sobre o combate ao câncer de próstata são as mais conhecidas.

 

Neste mesmo sentido, o mês de abril é especialmente dedicado à prevenção aos maus tratos contra os animais. A campanha ‘Abril Laranja’, que tem como símbolo o laço na cor laranja, é uma iniciativa da Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (ASPCA), abraçada por outras entidades em todo o mundo.

 

Iniciativas como essa vêm ao encontro das ações preconizadas e promovidas pela ABQM, no que tange o respeito aos animais, por isso, a Associação apoia e fortalece esta causa. Contudo, além das ações prioritárias de boas práticas e Bem-Estar Animal, constantemente, realizadas e difundidas pela instituição, vale aqui contribuir com o ‘Abril Laranja’, através da informação e conscientização.

 

Por que a cor laranja e o mês de abril? O laranja é a cor da ASPCA e o mês de abril remete-se à data de sua fundação, no ano de 1866 do respectivo mês.

 

 

Lei de Crimes Ambientais

 

No Brasil, o uso de violência contra animais se tornou crime em de 12 de fevereiro de 1998, com a publicação da Lei Federal 9.605/98, sobre crimes ambientais.

 

“Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

 

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

 

§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

 

§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

 

 

Como reforçar a proteção aos animais?

 

Existem diversas maneiras de proteger os animais, veja abaixo alguns exemplos do que você pode fazer.

 

Cuide bem do seu animal: Estabeleça boas práticas de manejo, garanta estruturas e acomodações ideais e proporcione momentos relaxantes;

 

Procure acompanhamento técnico: Tenha sempre a assistência de profissionais que irão garantir a sanidade, saúde clínica, nutrição e bem-estar do seu animal. Médicos veterinários, zootecnistas e agrônomos são indispensáveis para que isso seja possível;

 

Conheça os ‘cinco domínios’ dos animais: É possível melhorar nossa percepção e relação com os animais através de seus ‘cinco domínios’, sendo eles nutrição, ambiente, saúde, comportamento e estado mental. Dessa forma, podendo contribuir da melhor maneira para garantir estas propriedades.

 

Dissemine conhecimento: Comente com seus familiares, amigos e pessoas próximas sobre a importância de garantir a proteção aos animais, para que mais pessoas se conscientizem;

 

Tenha consciência: Os animais possuem grandes exigências que demandam dedicação e cuidados diários. Por isso, nunca esqueça que eles dependem, exclusivamente, de você como tutor.

 

Por Departamento de Bem-Estar Animal e Sustentabilidade ABQM

Mais noticias