Carregando...

anqm@anqm.com.br

(84) 3272-4320 | (84) 9974-5202

Uma Semana do Tambor com inúmeras atrações

Teve de tudo um pouco: curso, acirradas provas, homenagens, participações internacionais e muita confraternização


Montando B2B Maximus Rolls, Thaisa Ribeiro venceu a classe Feminina

A 6ª Supersemana do Tambor da NBHA Brazil, realizada de 16 a 23 de junho no Haras Raphaela, em Tietê (SP), reuniu, além de competições, muitas ações de fomento e valorização da modalidade.

A feira equestre teve início um pouco antes, com a clínica de Três Tambores, ministrada por Brandon Cullis nos dias 16, 17 e 18. O renomado treinador e competidor norte-americano possui ganhos que superam US$ 1 milhão. Os organizadores informam que ele esteve pela primeira vez no Brasil. Participaram 19 alunos montados e 37 ouvintes, incluindo conhecidos treinadores de peso do Brasil. Cullis ficou impressionado com o nível dos treinadores e atletas brasileiros e pretende voltar em outras oportunidades.


A inclusão social da NBHA com a categoria Paraequestre

Outra ação de muito aprendizado foi a Clínica de Ferrageamento, apresentada por Fábio Furquim, que contou com 15 praticantes e 20 ouvintes. A clínica ocorreu dias 19 e 20, patrocinada pela Ferraduras Brasil. No dia 19, foi dada a largada para as competições com o Test Horse. No total, segundo números da NBHA Brazil, foram computadas 2.574 inscrições, com 600 baias alugadas, 344 competidores presentes e 750 cavalos. A transmissão ao vivo do evento também demonstra o Brasil ligado em cada movimento, com uma média de quase 4 mil visualizações diárias.

A feira equestre teve sua abertura oficial no dia 20 com um momento bastante especial. A NBHA realizou uma linda homenagem para Nilda Fanton, uma das percursoras dos Três Tambores no Brasil e nome de peso na criação do Quarto de Milha. A homenagem intitulada de “Mulheres de Fibra” buscou não só reconhecer e aplaudir todo o trabalho de dona Nilda na modalidade, mas enobrecer a dedicação de todas as mulheres envolvidas no Tambor, que tem papel vital nas proporções que o esporte possui hoje. A cerimônia foi conduzida por Agnaldo Agostinho, proporcionando uma ocasião emocionante, de gratidão e reflexão a todos os presentes.

Já nas provas, ocorreram 22 categorias regulares, além do Test Horse e outras disputas. Entre os destaques, apareceu novamente Sidnei Júnior, que correndo na sela de Querida Fly FNSL alcançou o melhor tempo do evento com 16s522 ao vencer a categoria Aberta Júnior. “Vale destacar que dos 10 melhores tempos da prova, todos eles foram na casa dos 16” e o evento teve quase 50 tempos de 16 segundos”, avaliou Abelardo Peixoto, presidente da NBHA Brazil.

Segundo ele, outro momento já tradicional na Supersemana é o Challenge, prova de pista reduzida que atrai bastante adeptos. O campeão foi Willian Medeiros Júnior, montando Dollar Ta Fame, atingindo a marca de 15s143. A NBHA também realizou mais uma vez as categorias Paraequestre e Paratleta, mantendo a inclusão social como uma de suas principais propostas e dando espaço para essa iniciativa na qual a entidade foi pioneira. “Este ano, a Supersemana contou também com uma novidade: as classificações para o The América, possibilitando aos competidores brasileiros se classificarem para a competição nos EUA. Também houve novamente a parceria firmada com a ANTT, realizando etapa bônus da entidade tanto para a categoria Feminina quanto Mirim e jovem”, lembrou o presidente.

A feira equestre trouxe ainda outra atração de levantar poeira no recinto, a categoria Clube dos 16”, onde participam somente aqueles que já tenham registrado marcas abaixo dos 16 segundos, tanto cavaleiros quanto os cavalos devem já ter alcançando esse requisito para participarem. O confronto contou com alguns dos melhores do Brasil e teve como vencedor Lindomar Bonfim em conjunto com Spook Seis RLS ao registrarem 16s638.


Vencedores do Festival Jovem

Uma das disputas mais celebradas do evento foi o Festival Jovem, que chegou a sua 3ª edição e visa promover não só uma competição sadia entre os jovens competidores, mas também incentivar e valorizar as categorias de base, totalizando 168 inscrições somando as classes jovens e principiantes.

Abelardo Peixoto informa também que o festival é disputado por duplas que representam os campeonatos de todo o Brasil. Esse ano 12 campeonatos participaram enviando seus representantes. A dupla campeã foi formada por Vitória Guedes e Filipe Figueiredo, representantes do Campeonato Núcleo Castelo Branco, que tem como sede o Haras GKF de Valdir Figueiredo. A dupla ganhou também vaga para participar do 1º Pan-americano Juvenil WBHA 2019, também ocorrido na Super Semana.


Premiação do Pan-americano WBHA com as equipes do Panamá, Uruguai e Costa Rica

“O 1º Pan-americano Juvenil de Três Tambores da WBHA foi outra iniciativa pioneira com objetivo de agregar ainda mais valor para as categorias de base e proporcionar uma experiência enriquecedora aos jovens atletas”, argumentou Abelardo. Houve a participação de 7 países: Bolívia, Brasil, Costa Rica, México, Panamá, Paraguai e Uruguai. Foram três dias de competições, com dois dias de classificatória e um com as semifinais e depois a grande final. Panamá e Uruguai se enfrentaram em uma emocionante disputa e o Panamá se sagrou campeão com a soma de 34s273. O Uruguai ficou no 2º lugar com 35s342.

Classificação do Pan-americano WBHA: 1º Panamá / 2º Uruguai / 3º Costa Rica / 4º Paraguai / 5º Brasil / 6º Bolívia / 7º México.

A Supersemana também teve em sua programação o 7° Campeonato Brasileiro de Três Tambores da NBHA Brazil. O campeonato reúne duplas dos distritos da NBHA presentes nos Estados da federação. Este ano houve a participação de oito estados, onde cada dupla é representada por um homem e uma mulher que se classificam nas categorias Aberta Livre e Aberta Feminina.

A dupla campeã de 2019 foi do estado de São Paulo, representado pelos competidores Caroline Rugolo e Sidnei Júnior. Como reservado campeão ficou o Acre com Nauana Roque e Lucas Teixeira, e em 3º lugar Santa Catarina com Michele Holtz e Joel Machado.

Classificação do 7° Campeonato Brasileiro NBHA Brazil: 1º São Paulo / 2º Acre / 3º Santa Catarina / 4º Amazonas / 5º Rio de Janeiro / 6º Paraná / 7º Roraima / 8º Alagoas.


Confraternização entre organizadores e participantes de várias categorias

Para o presidente da NBHA Brazil, a entidade conclui mais uma Supersemana com extrema gratidão e a certeza de estar dando o seu melhor no contínuo fomento da modalidade. “É com muita satisfação que a NBHA agradece a todos os envolvidos para que a 6ª Supersemana do Tambor tenha sido realizada, agradecendo cada integrante de sua equipe, treinadores, competidores, proprietários e ainda a todos que compareceram para prestigiar tantos momentos de celebração”, observou. “E fazendo também um agradecimento em especial a todos os patrocinadores, que confiaram nesse grande projeto que é a Supersemana e junto a NBHA contribuíram para o desenvolvimento da modalidade. A NBHA Brazil encerra mais uma etapa, mas já com o olhar no horizonte para a 7ª Super Semana do Tambor, que se realizará de 10 a 14 de junho de 2020”, concluiu o presidente. Outras informações: www.nbhabrazil.com.br.

 

Texto: Moacyr Russo
Fotos: Marcelo MP Mariano (cedidas pela NBHA)

Mais noticias